FRANCINE COSTA

Pessoas no mundo inteiro levantam pela manhã, trabalham, estudam, comem e dormem. Elas fazem isto todos os dias em um círculo vicioso sem se questionarem se o que estão fazendo as conduzirá a um porto feliz e a um caminho com mais harmonia pessoal.

Nós somos tentados a acreditar que se trabalharmos arduamente, se nos dedicarmos e estudarmos, teremos boas recompensas no futuro.

Mas será que é
somente isso?

Eu mesma fiz isso durante alguns anos, buscando entender:

traco

Por que algumas pessoas tem sucesso e outras ficam na inércia?

O que leva algumas pessoas terem tanta autoconfiança e outras não?

Por que é mais fácil olhar as limitações de todo mundo e não olhar para si mesmo?

De tanto observar as pessoas e tentar compreender o que estava por trás desta forma de agir,

comecei a questionar a mim mesma. Neste momento comecei a me questionar sobre

minha vida e meu trabalho, aonde eu gastava a maior parte do meu tempo.

Untitled-3

 É realmente isso que quero fazer nos próximos 5 anos?

Estou realizada com o que eu faço hoje?

Encontrei no meu último trabalho, todos os atributos necessários para “ter sucesso”. Era uma empresa de grande porte, muito bem conceituada no mercado, saúde financeira, cargo executivo, remuneração variável, um desafio enorme e para completar, um líder inspirador.

Para muitos, ter chegado até aqui era sinônimo de realização, sucesso, felicidade. Talvez até fosse para muitas pessoas, mas definitivamente não era o meu sucesso.

 

Por quê?

 

Olha, era isso mesmo que eu me perguntava: “Por que”? Me pergunta por que eu não conseguia dar o meu melhor…

Em busca de respostas para as minhas perguntas, me dei conta de que eu estava no piloto automático e não era mais realizada com o que eu fazia.

Era óbvio, mas eu não conseguia enxergar que eu não mais tinha paixão pelo que eu fazia e trabalhava apenas para pagar contas.

Para me compensar, comprava coisas que eu não precisava e me sentia feliz apenas nos fins de semana e quando tirava férias. Já não suportava mais tanto desconforto.

Foi ai que eu mergulhei fundo numa jornada de autoconhecimento.
O coaching   
metodo
na minha história.

Fiz vários cursos, imersões e formações sobre comportamento humano, mas foi com o Coaching que eu tomei a decisão e me encorajei a fazer uma mudança em minha carreira, ou seja,

entrei efetivamente em ação.

Passei a entender que vida e carreira andam juntas e que somos um negócio. Nossa combinação de talentos, pontos fortes e habilidades estão presentes no nosso comportamento tanto pessoal quanto profissional. Os nossos valores e a nossa missão refletem vida, carreira e negócio de uma maneira combinada, sistêmica… e não de forma separada.

Aprendi que o melhor que podemos fazer pelas pessoas é ensiná-las a aprender, é despertá-las para a ação, é treiná-las a usar o recurso mais poderoso que nós temos: a nossa consciência.

 

E quando a nossa consciência é capaz de dominar os limites da mente, somos também capazes de dominar o maior jogo da vida:

o nosso próprio jogo interior.
Screen Shot 2016-05-30 at 12.21.38 PM
author-sig3
Master Coach formada pela Sociedade Brasileira de Coaching (SBC) com certificação 
internacional pela International Association of Coaching Institutes (IAC). 
Master Praticcioner em Programação Neurolinguística – PNL pelo Instituto
Sirley González e Analista Comportamental com certificação internacional
DISC e Leader Alpha Assesment pela Worth Ethic. 
Especialista em Gestão de Processos de Negócios com mais de 15 anos
de experiência em projetos de Gestão Corporativa em empresas de médio
e grande porte, incluindo âmbito internacional. Docente nas disciplinas de
Gestão de Projetos e Processos do SENAC-SC. Graduada em Administração
de Empresas e Negócios com especialização em Engenharia.